O TRAJE NOVO

Livre adaptação do conto de Hans Christian Andersen: "O Traje Novo do Imperador", com conteúdos próprios, como a migração, a exploração do trabalho, o comércio justo.

Sinopse

Genís de Matafaluga e Griselda del Margalló, trovadores, comediantes e bonequeiros do Medievo, contam a história de dois bons tecelões e alfaiates catalães forçados a emigrar, e que depois de uma longa viagem, acabarão fazendo um traje "muito especial" para um presumido Imperador de terras remotas. Um traje que, segundo eles, só podem ver a boa gente e a mais inteligente, pois se torna invisível para os olhos dos malvados e néscios.


Conteúdos

Além da moral da história de Andersen, que diz que não devemos crer que tal coisa é certa, só porque outros acreditam se estamos vendo que é falsa, adicionamos várias questões relacionadas com o trabalho e migração - ou imigração, dependendo da perspectiva-. Para isso, os protagonistas, que aqui são dois tecelões e alfaiates locais, serão obrigados a procurar trabalho em outro lugar, impulsionados pela miséria que, na época, sofriam. Então, em meio a risos, pretendemos fazer uma pequena reflexão sobre:

- A EMIGRAÇÃO: queremos que o espectador reflita sobre por que alguém tem que sair de sua casa, abandonando família, propriedade e território para passar por uma série de peripécias em lugares que lhe são estranhos e onde nem sabe se se será bem recebido.

- A GUERRA E PAZ: porque, como evidenciado na representação, é a guerra que leva a esses artesãos à miséria e à fome e, assim, forçá-los a migrar.

- EXPLORAÇÃO DO TRABALHO: neste país distante, os tecelões, na esperança de ganhar a vida, caem nas mãos do Primeiro-Ministro, que os mantêm trancados no palácio, trabalhando em condições muito duras, quase sem parar e sem receber nada em troca, exceto ameaças e falsas promessas.

- COMÉRCIO JUSTO: O Primeiro-Ministro, que é também responsável pelo fornecimento de o guarda-roupa do Imperador, está se tornando rico à custa dos tecelões, porque se ensaca tudo o que este paga. O imperador não pensa em quem faz os trajes, mais em ser presumido e nem dirá não quando o primeiro-ministro lhe propõe de tirar proveito dos tecelões.

Finalmente, e graças ao seu engenho salvam-se, mas a mensagem é claro que muitas vezes as condições desiguais entre as pessoas -como uma metáfora das desigualdades Norte-Sul-, favorecem o abuso dos poderosos sobre os necessitados.

FICHA ARTÍSTICA

Autor, diretor, concepção e construção marionetes, cenografia e adereços: Carles Cañellas
Confecção costumes bonecos: Susanna Rodríguez

Atores - Bonequeiros:
Carles Cañellas ... Genís de Matafaluga
Susanna Rodríguez ... Griselda del Margalló

FICHA TÉCNICA

Espetáculo de formato médio para dois atores, máscaras e dezesseis bonecos de várias técnicas, a principal: a marionete a fio. Para público infantil e familiar ou todos os públicos. Interior ou exterior.

DURAÇÃO: representação: 1 hora / montagem (interior-com iluminação): 2 horas / (exterior-sem iluminação): 1 hora / desmontagem: 1 hora
PUBLICO: a partir de 2 anos / aforo máximo recomendado 300 pessoas
ESPAÇO CÉNICO: pode ser representado tanto em teatro como ao exterior
medidas mínimas: largo: 5m / fundo: 5m
teatro: altura: 3m / preferentemente com fundo ou caixa preta
exterior: espaço protegido do vento / em exterior não será imprescindível palco quando o público esteja disposto em anfiteatro ou degraus, mas em caso de plateia com mais de 150 espectadores, será preciso um estrado de alto 80 cm.
SOM: utilizamos o sistema do teatro com conexão em cena
ILUMINAÇÃO: interior ou exterior escuro precisamos 6kw luz frontal + 1 contra semizenital em fundo cena
ELETRICIDADE: conexão junto a palco / potência 2,5Kw/h + iluminação

GENIS E GRISELDA

OS TECELÕES, JOSEP E JORDI

OS TECELÕES, JOSEP E JORDI

O IMPERADOR E O MORDOMO

O DESFILE IMPERIAL

AQUI ESTÁ O TRAJE NOVO...

O MORDOMO

O IMPERADOR COM O TRAJE NOVO

Informações adicionais e download

CRÍTICA, VÍDEOS, FESTIVAIS DOWNLOAD FOTOS DOWNLOAD DOSSIÊS, RIDER

Rocamora Teatre na Internet

Rocamora Teatre no Facebook Rocamora Teatre no Twitter Rocamora Teatre no YouTube Rocamora Teatre no Pinterest

Compartilhar esta página